4º PubhD Évora | Engenharia Aeroespacial, Sociologia e Ciências Agrárias

O nosso próximo encontro será no dia 20 de Outubro, às 21h, no Horas Incertas Bar.

No mês passado tivemos a casa cheia e a expectativa para o 4º PubhD de Évora aumenta. Da Terra ao Ar, vamos continuar as nossas conversas sobre ciência.

Começaremos com a optimização de aviões, desceremos à terra para pensar sobre o papel do boato na sociedade e por fim voltaremos atenção ao solo e à produção de morangos.

engaeronauticaE se pudermos alterar a forma de um avião?

Imagina que podemos otimizar a forma de um avião e com isso o seu desempenho para uma determinada missão, tendo em conta aspetos aerodinâmicos, estruturais, propulsivos e de estabilidade de voo. Imagina um avião cujas asas podem ser aumentadas e diminuídas de acordo com as necessidades. Um mesmo modelo poderia assim voar mais rápido ou mais devagar, mais alto ou mais baixo, dependendo da necessidade. Imagina que podíamos mudar a forma do avião para fazer com que aguentasse mais ou menos peso…

O Pedro Albuquerque é Engenheiro Aeroespacial, doutorando da Universidade da Beira Interior, e desenvolveu um modelo que permite projectar mudanças na geometria dos aviões para adaptar um mesmo modelo a diversas situações.

Quem conta um conto aumenta um ponto?         Sociologia

Os boatos costumam fazer parte da sociedade, mas não costumamos refletir muito sobre este fenómeno e as suas consequências… O João Pulquério investigou o boato em pequenos grupos profissionais (enfermeiros, técnicos superiores e professores universitários) para perceber o seu papel em termos do binómio inclusão/exclusão.

O que é o boato? Em que lugares surge? Quais as suas causas, funções e consequências? Estas são algumas das questões que o João tentou responder na investigação que fez no âmbito do mestrado em Sociologia.

cieagrarias                                                       Que tal um morango?

Ele é o galã das publicidades envolvendo frutas. São poucas as pessoas que não apreciam. Normalmente, as crianças adoram… mas, qual a importância de nutrir este fruto que nos nutre? Qual a importância dos elementos minerais para os morangos? Será o cálcio o responsável pela sua firmeza? Será o potássio responsável por aquele sabor maravilhoso? Será que existe interacção ou competição entre estes dois elementos quando absorvidos pelas plantas? Existe maneira de promover um equilíbrio entre esses minerais no morangueiro?

Camila Tufik está a tentar responder estas e outras questões relacionadas à nutrição da cultura do morango, com a finalidade de produzir frutos de alta qualidade no que diz respeito ao sabor e aparência e com maior durabilidade após a colheita.

 

Esperamos por ti!

Horas Incertas Bar | Rua Serpa Pinto. Nº 141 | Évora

20 de Outubro

21:00-23:00 horas

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s